Fixo (11) 5541 9891 Whatsapp e Vivo (11) 9 4467 7459 tratamentodrogasalcool@gmail.com
clinicas esquizofrenia

Tratamento da esquizofrenia

A esquizofrenia é uma desorganização mental crônica e complexa. Normalmente surge na adolescência ou no início da vida adulta. A incidência da esquizofrenia na população como um todo geralmente é 1 para cada 100 pessoas. No Brasil calcula-se que existam aproximadamente 1,5 milhões de doentes; anualmente perto de 50.000 pessoas manifestam o transtorno pela primeira vez.

Muitas vezes a internação é importante para assegurar o começo de um tratamento, diminuir os sintomas mais graves e os comportamentos de risco dos pacientes.

Clínica de recuperação para esquizofrenia, sintomas:

Os esquizofrênicos mostram diversos sintomas. Diversas áreas do funcionamento psíquico são comprometidas.  Os sintomas que mais se apresentam são:

Delírios: falsas ideias, das quais o indivíduo possui certeza absoluta. Por exemplo, ele acredita estar sendo observado ou perseguido por pessoas que desejam lhe fazer mal.

Alucinações: Falsas impressões de órgãos responsáveis pelos nossos sentidos. As alucinações mais características nos esquizofrênicos são as auditivas. O esquizofrênico pode ouvir vozes que falam sobre ele ou que comentam as atividades do seu dia a dia. As vezes essas vozes dão instruções de como se comportar em certas circunstâncias. Podem acontecer outros tipos de alucinações, como olfativas, táteis e visuais.

Pensamentos alterados: os pensamentos tornam-se confusos, desconexos e desorganizados, fazendo a fala do indivíduo ficar difícil de entender. Algumas vezes o paciente possui a certeza que suas ideias podem ser lidas pelas pessoas, ou que seus pensamentos são colocados em suas mentes.

Afetividade alterada: Muitos esquizofrênicos diminuem suas reações emocionais diante das circunstancias da vida, diminuem as expressões afetivas tornando-se indiferentes. Em outros casos o indivíduo reage emocionalmente de forma exagerada ou inadequada em relação ao fato ou acontecimento.

Motivação diminuída: O esquizofrênico pode ficar desanimado e insensível, perdendo a capacidade de enfrentar as atividades diárias. Ele passa a falar muito pouco, torna-se retraído e isolado socialmente.

Diversos sintomas: problemas de concentração, problemas com a força motriz, desconfiança exagerada, insensibilidade, manias de perseguição, podem aparecer na doença. De acordo com a intensidade e a forma que eles se reúnem, é possível classificar os tipos de esquizofrenia.

Clínica de reabilitação para esquizofrenia, causas:

Os elementos que causam a doença ainda não estão bem esclarecidos. A vulnerabilidade genética parece ter uma certa importância, pois parentes próximos de um esquizofrênico possuem maior probabilidade de terem a esquizofrenia. Elementos ambientais, problemas no parto e infecções que possam prejudicar a formação do sistema nervoso parecem ter participação no desenvolvimento da doença. Exames modernos de imagem mostraram que alguns esquizofrênicos possuem algumas alterações no cérebro.

O diagnóstico da esquizofrenia:

O diagnóstico da doença é realizado por médicos a partir dos sintomas da esquizofrenia. Não existem exames laboratoriais capazes de diagnosticar o transtorno.

Internação para esquizofrenia:

A internação para esquizofrenia e o tratamento da doença objetiva controlar os sintomas agudos e reintegrar o paciente à sociedade. O tratamento da esquizofrenia demanda várias abordagens terapêuticas. A reabilitação com medicamentos é realizada através dos antipsicóticos. Eles são receitados durante o período agudo do transtorno para diminuir os sintomas mais graves. Quase todos os pacientes necessitam tomar os remédios sem interrupção para evitar recaídas.

Os mecanismos de reabilitação psicossociais são necessários para promover a reintegração social e familiar do paciente. Alguns sintomas podem continuar existindo depois das crises. Os pacientes geralmente precisam de psicoterapia, grupos terapêuticos, e outras atividades para conviver melhor com os acontecimentos da vida.

A família e o tratamento para esquizofrenia

A família é uma aliada imprescindível para a reabilitação do esquizofrênico. É muito importante que os familiares conheçam a dinâmica da doença, seus sintomas e os comportamentos do indivíduo. Os comportamentos errados dos familiares prejudicam o bom prognóstico do paciente. A esquizofrenia é uma psicopatologia complexa e demanda informação para que as pessoas sejam compreensivas com os doentes.

A esquizofrenia pode estar associada ao abuso de álcool e outras drogas. Elas acabam sendo válvula de escape para o desconforto causado por alguns sintomas da doença. Pacientes que possuem dependência química e alcoolismo associados ao transtorno devem passar por tratamento específico.

clinicas de recuperação

GRUPO REABILITAR 

FONES: (11) 5541 9891 – WHATSAPP Vivo: (11) 9 4467 7459